Menu

Todos os municípios goianos terão uma Estação Conecta SUS

10 mar 2017 | Notícias

O secretário de Estado da Saúde, Leonardo Vilela, anunciou, no encerramento do VI Encontro de Saúde de Goiás, a entrega de um kit da Estação Conecta SUS para cada um dos 246 municípios goianos. O valor total investido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) para aquisição dos equipamentos foi de R$ 3.184.821,43.

A Estação Conecta SUS é um equipamento composto por mesa, cadeira, CPU, estabilizador, teclado, mouse, webcam, headset e duas TV´s de 47”, com suporte para montagem do equipamento. A Estação permite a realização de reuniões via webconferência. A facilidade na comunicação evita o deslocamento de técnicos, agilizando o contato e gerando economia de tempo e de recursos.

A gerente Especial de Tecnologia da Informação da SES-GO, Luiselena Luna Esmeraldo, informa que 14 municípios já foram contemplados com uma Estação Conecta SUS. Neste mês, outros 34 receberão o kit da secretaria. “Nós agendamos a entrega da Estação Conecta SUS com o município e, neste dia, a TI faz um treinamento com o técnico que será responsável pela instalação do equipamento na cidade. Ensinamos cada passo da montagem e como usar a Estação, além de disponibilizar um manual”, detalha Luiselena.

Segundo a gerente, a SES enfatiza aos gestores que a Estação Conecta SUS deve ficar acessível para a utilização dos técnicos sempre que julgarem necessário. Luiselena reforça, ainda, que a Estação não tem nenhum custo para a prefeitura. “Eles só precisam de uma boa conexão de internet”.

Proximidade com os municípios
O gerente das Regionais de Saúde e Núcleo de Apoio ao Controle de Endemias (Gernace), Armando Zafalão Júnior, destaca que as Regionais tem utilizado bastante a Estação Conecta SUS para contato com as prefeituras que já possuem o kit.

“A Estação Conecta SUS facilitou e melhorou a comunicação da Regional com o município. Acredito que, a partir do momento que mais prefeituras tiverem a Estação, vamos estimular este contato entre os próprios municípios, e também queremos criar uma cultura para que eles mesmos possam acionar com mais frequência as Regionais de Saúde e o nível central da SES”, afirma Armando Zafalão, informando que as Regionais vão intensificar o trabalho com os municípios para mostrar todo o potencial que a Estação Conecta SUS proporciona, no sentido da agilidade de intervenção quando perceberem algum problema e, mais ainda, nas ações para melhoria dos indicadores de saúde.

  • Jorge Arnaldo De Paula

    Em CALDAS NOVAS-Go, Tomei as vacinas que estão no calendário de meu cartão-SUS e tenho em meu smartphone o aplicativo : Cartão SUS Digital. No POSTO DE SAÚDE não é abastecido com as informações de mina vacina, diretamente no sistema. Terei de ir à SECRETARIA DE SAÚDE , levando meu cartão de papel para assim, ser enviado para o e-SUS. Se EU terei de ir ao POSTO com meu cartão e depois ir até À SECRETARIA DE SAÚDE para lançar as vacinas que tomei, pergunto: PARA QUE TER COMPUTADORES NOS POSTOS DE SAÚDE SE NÃO SERVEM PARA REPASSAR AS INFORMAÇÕES??? A LÓGICA seria: O PACIENTE ir ao posto, tomar a medicação, fazer as avaliações , consultas e, os funcionários da UNIDADE DE SAÚDE, LANÇAREM AS INFORMAÇÕES DIRETO NO SISTEMA e-SUS. MAIS UMA VEZ , A TECNOLOGIA É VENCIDA E HUMILHADA PELA INCOMPETÊNCIA DE GESTORES.

    • Conecta SUS

      Olá Jorge, sou Luiselena a gerente de TI da SES e agradeço o seu comentário pois ele me deu a oportunidade de falar um pouco dos projetos da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO). Espero realmente me fazer entender e conquistar o seu apoio nesses projetos.

      Primeiro o da estação Conecta SUS, objeto da matéria que você comentou: este projeto visa uma maior integração entre técnicos e gestores de diversos municípios sem precisar haver deslocamento de pessoas de uma cidade para outra. A SES-GO deseja com este projeto incentivar as discussões sobre assuntos técnicos e com isso melhorar o planejamento e a execução da saúde no SUS.

      Segundo quero lhe apresentar o projeto SIGA Saúde Goiás (www.sigasaude.go.gov.br) que vem exatamente resolver algumas dessas situações que você reportou no seu comentário. O SIGA Saúde Goiás é um sistema de registro eletrônico em saúde que tem o prontuário eletrônico único do paciente e é multimunicípio, ou seja, se um cidadão for atendido em Piracanjuba e for encaminhado a um especialista (cardiologista por exemplo) em Caldas Novas, o médico que fizer o atendimento em Caldas vai ter acesso ao que o médico de Piracanjuba relatou sobre o paciente e na volta, o médico de Piracanjuba também vai ter as informações do atendimento feito em Caldas. O sistema do ministério da saúde para essa finalidade é o e-SUS AB que ainda não tem todas as funcionalidades do SIGA e nem é multimunicípio.

      Com o SIGA todos os registros de vacinas ficam armazenados no sistema, porém ainda não temos a integração com o sistema de vacinas do Ministério da Saúde porque o ministério não permite.

      O SIGA permite que a unidade de saúde agende as consultas organizando a vida de médicos e pacientes, registra as vacinas, encaminha para médicos e exames especializados, faz o faturamento da unidade de saúde, faz a notificação de agravos compulsórios como dengue, AVC, tem o acompanhamento do pré-natal e da criança até 1 ano de idade.

      Este projeto foi apresentado a todos os secretários municipais de saúde do estado no VI Encontro de Saúde de Goiás que aconteceu nos últimos dias 08 e 09 de março deste ano. Havendo interesse do gestor municipal ele solicita ao estado a implantação do sistema no seu município.

      Hoje estamos com 10 municípios da Região Sudoeste do estado utilizado o SIGA Saúde e pretendemos avançar por todo o estado, bem como também trabalhamos arduamente nas integrações do SIGA com os diversos sistemas do ministério da Saúde.

      Quero lhe convidar para vir ao Conecta SUS conhecer o acompanhamento georreferenciado das gestantes que está sendo possível fazer por causa do SIGA Saúde. Neste acompanhamento os agentes comunitários não permitem que a gestante fique sem fazer minimamente as 7 consultas de pré-natal. É muito bacana o que a tecnologia pode fazer, venha conhecer.