Menu

Secretário da Saúde de Pernambuco quer levar experiência do Conecta SUS para o Estado

17 maio 2016 | Notícias

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) recebeu nesta terça-feira, dia 17 de maio, a visita do secretário de Estado da Saúde de Pernambuco, José Iran. O objetivo da visita foi conhecer a gestão de hospitais goianos administrados por organizações sociais e a tecnologia do Centro de Informações e Decisões Estratégicas – Conecta SUS Zilda Arns Neumann, além da troca de experiências e discussão de parcerias, inclusive na área de produção de medicamentos.

Acompanhado pelo secretário de Estado da Saúde de Goiás, Leonardo Vilela, José Iran visitou pela manhã o Conecta SUS. O Centro de informações, localizado na sede da SES-GO, reúne diversos dados que auxiliam a Secretaria na tomada de decisões estratégicas em Saúde.

O secretário de Pernambuco elogiou o Centro e disse que pretende levar o modelo para o seu Estado. “Fiquei impressionado com os resultados que o Conecta SUS pode proporcionar. Em administração pública, o diagnóstico de informações é fundamental para o planejamento. E Goiás está fazendo um trabalho magnífico. Pretendo inclusive trazer minha equipe aqui para que essa experiência tão exitosa possa ser levada para Pernambuco. Esse monitoramento dos equipamentos dos hospitais que é feito no Conecta SUS, por exemplo, é fabuloso. Fui gestor de hospital durante minha vida toda e nunca tinha visto um nível de informações tão preciso em uma área tão delicada como é a de equipamentos”, destacou José Iran após conhecer os sistemas.

No período da manhã, José Iran também participou de uma reunião com a diretora presidente da Indústria Química do Estado de Goiás (Iquego), Andrea Vecci. “Em Pernambuco temos o Laboratório Farmacêutico do Estado, o LAFEPE. Esta é uma oportunidade para trocarmos conhecimentos e quem sabe estabelecermos parcerias inclusive no desenvolvimento de medicações.”

À tarde, José Iran visita também os hospitais de Urgências de Goiânia (Hugo) e de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). O secretário da Saúde de Pernambuco informou que em seu Estado 40% dos equipamentos de saúde são gerenciados por organizações sociais. Segundo ele foi um modelo que deu certo e gerou economia. “Conseguimos resultados entre 30% e 40% mais em conta do que os hospitais de administração direta, com aceitabilidade pela população entre 90% e 95%. Então é um formato que o Estado de Pernambuco pretende continuar investindo”, declarou o secretário da Saúde de Pernambuco.