Menu

Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário se impressiona com Conecta SUS

29 nov 2016 | Notícias

O Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde Zilda Arns (Conecta SUS) será referência para a estruturação de um centro nacional, com registros de dados da área social de todo o País, em especial o Programa Criança Feliz. Em visita ao Conecta SUS na manhã desta terça-feira, 29 de novembro, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, anunciou que pretende implementar um “Conecta SUAS”. O ministro foi recepcionado, durante a visita, pelo governador Marconi Perillo; pelo secretário de Estado da Saúde, Leonardo Vilela; pela secretária da Mulher, Desenvolvimento Social, Igualdade Racial, Direitos Humanos e do Trabalho, Lêda Borges, entre outras autoridades e profissionais de Saúde.

O secretário Leonardo Vilela apresentou ao ministro todas as estações e painéis com as informações e registros dos diversos agravos e das ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO). Osmar Terra assinalou que ficou muito impressionado com a estrutura e com o monitoramento e gestão dos recursos proporcionados pelo Conecta SUS. “Vamos fazer um centro nos moldes do Conecta SUS, para acompanhar a evolução social das famílias em situação de risco; verificar onde precisa intervir com mais necessidade e, principalmente, monitorar o Programa Criança Feliz”, diz.

Lançado recentemente pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, o Programa Criança Feliz visa acompanhar, por meio de visitas semanais, todas as crianças com menos de mil dias de vida, que fazem parte dos núcleos familiares do Programa Bolsa Família. “Vamos incluir, no centro que pretendemos estruturar, os itens fundamentais para mapear a infância no País, entre os quais os dados sobre condições de moradia e de renda, saúde e desenvolvimento escolar”, pontuou o ministro.

Referência em monitoramento
Inaugurado em dezembro de 2014, o Conecta SUS monitora todas as informações em Saúde do Estado e, com isso, subsidia técnicos na coordenação de atividades, ações e políticas da SES. Estão, entre outras informações, dados sobre pré-natal, parto cesáreo, taxa de mortalidade infantil, boletins epidemiológicos e números da força-tarefa “Goiás contra o Aedes”. Nestes dois anos, o espaço recebeu a visita de 21 comitivas de autoridades de 17 estados da Federação e do Distrito Federal, entre eles governadores e secretários da saúde. Além disso, constantemente o espaço recebe a visita de representantes tanto de instituições ligadas à saúde, universidades ou outras áreas.

O governador Marconi Perillo acentuou, durante a visita, que está muito satisfeito com o fato de o Conecta SUS ser referência no País para o monitoramento não apenas para a área da Saúde, mas para também para outras questões. “É gratificante o Estado de Goiás poder colaborar para a implementação de um centro voltado à informatização de dados que possibilitam a erradicação da pobreza e redução da mortalidade materna e infantil”, enfatizou Marconi Perillo.

Goiás contra o Aedes
O ministro Osmar Terra também conheceu o trabalho executado pelo Estado para a eliminação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Durante a visita, o secretário Leonardo Vilela e o coronel Múcio Ferreira dos Santos, comandante de Operações de Defesa Civil do Corpo de Bombeiros, apresentaram ao ministro todos os registros relacionados à força-tarefa, desenvolvida no Estado desde dezembro do ano passado.

Nesse período, foram feitas cerca de 13 milhões de visitas domiciliares e eliminados aproximadamente 110 mil focos, o que impediu de nascer cerca de 110 milhões do vetor. “A operação é muito bem-feita. Goiás está na vanguarda em todo o País, ao fazer visitas domiciliares mensais em todos os municípios. Tal estratégia é ideal para reduzir os focos do Aedes e prevenir as doenças transmitidas pelo mosquito”, finalizou.

ministro11