Menu

Michel Temer elogia resultados do combate ao Aedes em Goiás

02 dez 2016 | Notícias

O secretário de Estado da Saúde Leonardo Vilela participou de videoconferência, com o presidente da República Michel Temer, nessa sexta-feira, 02/12, Dia de Mobilização contra o Aedes “#MosquitoNão”.

O presidente da República Michel Temer elogiou resultados da operação “Goiás contra o Aedes”, em videoconferência, realizada nessa sexta-feira, 02/12, com representantes de cada uma das regiões do país. Representando o governador do Estado de Goiás Marconi Perillo, o secretário Leonardo Vilela conversou, do Conecta SUS, durante vinte minutos, com o presidente e representantes dos Estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima e Rio Grande do Norte, em evento que marcou o dia de Mobilização contra o Aedes “#MosquitoNão”.

Entre os números apresentados pelo secretário estavam 16,5 milhões de visitas domiciliares, 112 mil focos eliminados, diminuição em mais de 18% do número de caso de dengues e redução em 90% de infestação. “Esses resultados devem ser seguidos por todos os Estados e municípios do Brasil”, destacou o presidente, ao citar que o período chuvoso é um momento importante para intensificar o combate.

Michel Temer frisou ainda, que com esses ótimos números, tudo indica que, durante e depois do período chuvoso, Goiás não terá nenhuma grande dificuldade. O presidente também elogiou a interação e o comprometimento de toda a equipe envolvida na operação “Goiás contra o Aedes” – técnicos da SES-GO, municípios e Corpo de Bombeiro Militar.

Durante a videoconferência, o secretário Leonardo Vilela comentou que Goiás tem 2.150 milhões de domicílios, e até o dia 30 de novembro desse ano, foram realizadas mais de 16 milhões de visitas domiciliares, em um trabalho que tem se repetido todos os meses. “Só para se ter uma ideia da intensificação do combate ao Aedes, em 2015, foram realizadas 8 milhões de visitas; menos da metade das que aconteceram, em 2016”, diz.

O secretário também ressaltou que, esse ano, foi de muito engajamento. “O trabalho foi exaustivo, mas feito sistematicamente para reduzir o Aedes do território goiano”, avaliou.

Referência
Goiás foi escolhido para participar da videoconferência com o presidente por ter, no país, o melhor resultado no combate ao mosquito. Dos 246 municípios do Estado, apenas seis estão acima do índice indicado pelo Ministério da Saúde. Em Goiás, participaram da videoconferência, o comandante Geral do Corpo de Bombeiro Militar, Coronel BM Carlos Helbingen Júnior; o tenente coronel Pedro Carlos Borges de Lira; o coordenador de dengue do Estado Murilo do Carmo e Leonardo Vilela. A videoconferência foi transmitida no Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde Zilda Arns (Conecta SUS), onde são monitoradas, por georreferenciamento, as visitas aos domicílios goianos.

Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes – Simultaneamente à videoconferência, a Advogada-Geral da União, Grace Mendonça, esteve em Goiânia para a lançamento do Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes. A data foi instituído com objetivo de ampliar a conscientização da comunidade sobre cuidados simples e de rotina que podem impedir a reprodução do mosquito e evitar que a população adoeça de dengue, zika e chikungunya. O evento ocorreu, simultaneamente, em vários estados da Federação que receberam a visita de ministros. O objetivo foi conclamar o engajamento de todos os brasileiros contra o mosquito.

A mobilização teve por objetivo, também, realizar mutirões nacionais nos órgãos da administração pública direta e indireta, unidades de saúde e estatais para que dedicassem um dia na semana para verificar possíveis focos do mosquito e incentivassem outras empresas, associações e a própria população a eliminar o maior número de focos.

Para a data foram mobilizados, em Goiás, 150 agentes de Saúde, 160 militares do Corpo de Bombeiros Militar, 90 militares do Exército e 3 pelotões de bombeiros mirins, que foram de casa em casa, no bairro escolhido, em busca de possíveis criadouros do mosquito Aedes.

Goiás contra o Aedes – O Estado de Goiás, por meio da Força-Tarefa Goiás contra o Aedes, deflagrada, em dezembro do ano passado, decidiu erradicar o Aedes no território goiano. A ação tem se despontado nacionalmente pelos resultados alcançados na eliminação manual de criadouros e na drástica redução de índices de infestação.

Nas ações, cada morador recebe orientação para retirar de sua residência tudo o que possa acumular água parada. Essas mobilizações são realizadas, simultaneamente, em mais de 60 municípios por semana. O coronel bombeiro Militar, Múcio dos Santos, coordenador da sala de monitoramento da força tarefa, a mobilização nacional vem ao encontro do trabalho que tem sido realizado em Goiás. “Não podemos perder essa guerra. Temos que nos unir para vencer o mosquito”, disse.