Menu

Jornada Científica do Hugol: informação como estratégia para assistência segura em urgência e emergência

19 jul 2016 | Notícias

A 1ª Jornada Científica do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), realizada nos dias 07 e 08 de julho, contou com a participação da coordenadora técnica do Centro de Informações e Decisões Estratégicas – Conecta SUS Zilda Arns Neumamm, Maria Inês Pinheiro Costa, na mesa redonda sobre assistência segura. A mesa promoveu um debate sobre a informação como estratégia para a segurança do paciente e os processos de qualidade inerentes a esses aspectos.

De acordo com a palestrante, “hoje, no Estado de Goiás, as possibilidades de avanços na área da informação se tornaram palpáveis com a criação do Conecta SUS, pois o Centro vem disseminando a cultura de utilização das informações qualificadas e em tempo oportuno para a tomada de decisões estratégicas, permitindo racionalizar e otimizar recursos e aprimorar os mecanismos de monitoramento e avaliação das políticas públicas, possibilitando a melhoria dos serviços de saúde e por conseguinte a segurança da assistência”.

Especificamente quanto à mesa em que palestrou, Maria Inês reflete que “a segurança na assistência se movimenta na perspectiva do gerenciamento de protocolos por meio de indicadores de processos e de resultados. Desta forma, a informação como geradora de conhecimento organizacional, permite melhorar a segurança da assistência de forma sistemática, com refinamento das práticas e com sua disseminação por todas as áreas da instituição”.

A promoção de um evento científico como a jornada do Hugol, na opinião da coordenadora técnica do Conecta SUS, “se desenha na perspectiva da Educação Corporativa Permanente, comparando esta instituição com as maiores organizações do mundo que entendem que é preciso criar conhecimento para a melhoria das práticas de gestão e de atuação. Não é a toa que muitas organizações tem criado as suas universidades corporativas para desenvolver pessoas para o trabalho, de acordo com as necessidades internas”.

Fonte: Hugol