Menu

Hotsite do Conecta SUS completa seis meses no ar

25 ago 2016 | Notícias

Idealizado com o intuito de promover a inovação tecnológica, estimular o desenvolvimento de pesquisas e prover o meio acadêmico-científico com dados qualificados referentes aos principais indicadores de saúde dos municípios goianos, o hotsite do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde – Conecta SUS Zilda Arns Neumann completa nesta quinta-feira (25/8) seis meses de atividade.

 

Desde seu lançamento, o portal contabiliza mais de 14 mil acessos e cerca de 60 mil visualizações de página. Além de Goiás, o site recebe acessos diários dos outros principais Estados brasileiros; e também de países como Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha, Austrália, Bélgica, Suíça, França, Japão entre outros.

 
Em consonância com a Lei de Acesso à Informação (LAI) 12.527/11 – que dispõe sobre a obrigatoriedade da União, Estados e Municípios de garantir o acesso às informações – os números positivos do hotsite do Conecta SUS se justificam pela transparência na disponibilização online de todos os sistemas de análise de indicadores de saúde criados pelos técnicos do Conecta SUS, sendo possível acessar os principais indicadores de saúde do Estado de Goiás – os quais, antes da inauguração do portal, ficavam restritos somente aos gestores e técnicos dos níveis municipal e Estadual da Saúde.

 

Tecnologia e acessibilidade

Para ampliar e facilitar a difusão do conteúdo, todo conteúdo do hotsite é bilíngue – português/inglês. O hotsite do Conecta SUS também atende aos critérios do design responsivo – ou seja, foi projetado para se adaptar automática e perfeitamente a todos os tamanhos e tipos de dispositivos, sejam eles tablets, smartphones, notebooks ou computadores de mesa – garantindo, assim, um acesso mais democrático e universal ao seu conteúdo.

 

Dados abertos

Os sistemas trazem, entre outros, dados sobre o pré-natal, parto cesáreo, taxa de mortalidade infantil, boletim epidemiológico da dengue e influenza, o inédito e pioneiro monitoramento da força-tarefa Goiás contra o Aedes, Mapa da Saúde do Estado com cerca de 180 indicadores atualizados, monitoramento em tempo real das solicitações de internação de urgência/emergência nos municípios goianos (Regulatron), acompanhamento da situação de construção e reforma das unidades de saúde do Estado, cartas mensais com a situação de saúde de cada município, informações sobre orçamentos públicos em saúde, dentre outros.