Menu

Conecta SUS é uma experiência inovadora, diz coordenador da Fiocruz de Brasília

12 maio 2016 | Notícias

SES-GO recebeu a visita da Escola Fiocruz de Brasília nesta quinta-feira (12/05)

 

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) recebeu nesta quinta-feira, dia 12 de maio, uma visita da Escola Fiocruz de Brasília. A equipe participou de reunião com o secretário de Estado da Saúde, Leonardo Vilela, e também visitou o Centro de Informações e Decisões Estratégicas – Conecta SUS Zilda Arns Neumann.

O Conecta SUS já havia recebido uma visita da Escola Fiocruz de Brasília em janeiro. Parte da equipe que não havia participado da primeira visita esteve no local para conhecer a tecnologia usada e os dados disponibilizados através do Centro de Informações.

Leonardo Vilela destacou que a SES-GO está montando uma base de dados com potencial enorme para estudos e pesquisas. “Esta é uma ferramenta que nos dá a possibilidade de melhorar a gestão em Saúde; dar transparência ao que é feito, inclusive do ponto de vista orçamentário; além de abrir um leque imenso de possibilidades para pesquisas, teses de mestrado e doutorado”.

O coordenador do Mestrado Profissional da Escola Fiocruz, Jorge Otávio Barreto, classificou o Conecta SUS como uma experiência inovadora. “Percebemos que há no Centro de Informações a preocupação com a transparência; com a proteção do cidadão, pois afinal de contas os dados são obtidos através da experiência de vida das pessoas; e com a qualidade e disponibilidade das informações. Ficamos empolgados com a ideia de termos uma instância de gestão estadual desenvolvendo um projeto desta natureza, com finalidades que incluem a disponibilidade de dados para pesquisa.”

A visita também teve como objetivo a discussão da formação da Rede de Escolas de Saúde Pública da Região Centro-Oeste e a proposta do Plano de Trabalho para oferta de Especialização em Direito Sanitário e Mestrado em Políticas Públicas em Saúde para servidores da SES-GO.

Participaram da visita, além do coordenador do Mestrado Profissional, a coordenadora da Escola Fiocruz de Brasília, Fabiana Damásio; o coordenador de Avaliação e Monitoramento de Projetos e Programas, Alysson Feliciano Lemos; e os pesquisadores Fernando Camargo e Alylson Monteiro. No período da tarde, a programação tem continuidade na Escola Estadual de Saúde Pública Cândido Santiago.